Área Restrita

06/04/2021

Marcos Cintra promove análise das propostas de Reforma Tributária

A união do setor de serviços em prol de um Reforma Tributária justa foi a mensagem de destaque do evento virtual promovido nesta terça-feira, 6 de abril, pelo SEAC/Sindesp-SC, em parceria com a Febrac e o ICAEPS. A videoconferência teve como tema a "Reforma Tributária - Os impactos no setor de serviços" e contou com a participação de lideranças do setor de serviços de todo o país.

Os presidentes do SEAC-SC, Avelino Lombardi; Sindesp-SC, Dilmo Wanderley Berger; e ICAEPS, Adm. Evandro Fortunato Linhares, foram os anfitriões do evento, marcado pela presença do presidente da Febrac, Renato Fortuna Campos, e da diretora superintendente da Febrac, Cristiane Oliveira. "A Febrac passa por um momento histórico. Desde 2019, a Federação tem se empenhado em reunir agentes do setor de serviços para discutir uma Reforma Tributária viável e produtiva para diferentes setores da economia", destacou Renato Fortuna.

Em seu discurso de abertura, o presidente do Sindesp-SC exaltou a presença do palestrante Marcos Cintra, "é uma honra para o empresariado catarinense receber o professor Cintra para este grande debate. Não temos dúvida que a explanação de hoje irá auxiliar nossos associados na compreensão das propostas de Reforma que tramitam no Congresso Nacional".

O palestrante Marcos Cintra é vice-presidente da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e professor de economia, com formação na Universidade de Harvard/EUA. Foi deputado federal e secretário especial da Receita Federal. Cintra, um estudioso e entusiasta da Reforma Tributária, presta consultoria para a Febrac nesta área. Cintra iniciou a explanação com um resumo de cada uma das propostas que tramitam atualmente no congresso e o que esperar destas proposições.

"É fundamental destacar que todo mundo sairá ganhando com a aprovação de qualquer uma das propostas hoje discutidas pelos parlamentares. Entretanto, vale ressaltar, que o texto defendido pelas entidades que promovem o Manifesto "Simplifica Já" é o mais próximo do ideal para o setor de serviços, pois auxilia na substituição das milhares de leis e obrigações, atualmente vigentes, por uma legislação nacional do ICMS e ISS, melhoria dos tributos federais e, principalmente, a desoneração da folha", destaca.

Cerca de 45 participantes ouviram atentamente aos ensinamentos e puderam interagir com o palestrante durante o evento. "O setor de serviços precisa se unir com urgência para defender seus interesses na Reforma Tributária. Atualmente é o setor produtivo que mais cresce no mundo, representando 70% dos empregos formais estabelecidos em nosso país. O movimento puxado pela Febrac é fundamental para alertarmos as empresas e trabalhadores sobre a importância de uma reforma menos rígida e mais equilibrada para diversos setores da economia", completa.

"Eventos como esse são fundamentais para engrandecermos o debate em todo o país. Cada vez mais precisamos agregar entidades do setor de serviços para clamarmos por uma reforma tributária mais justa e simplificada", declarou o presidente do SEAC-SC, Avelino Lombardi ao realizar o fechamento do encontro.